Perguntas Frequentes

1 – Dúvidas Gerais

1.01 – O que é Tape Reading (Leitura de Fluxo)?

O Tape Reading, é conhecido por Leitura ou Análise de Fluxo de Ordens, é uma técnica onde os investidores acompanham a leitura dos negócios fechados (Times and Trades), juntamente com a dinâmica do Book de Ofertas.

 

1.02 – Sou iniciante, conseguirei acompanhar o treinamento?

O treinamento Viver de Mercado é perfeito para quem é iniciante, pois explica toda a estrutura do mercado desde o início, passando pelas plataformas para aí sim chegar no operacional e conhecimentos mais avançados.

 

1.03 – Em quanto tempo eu poderei operar na conta real?

Recomendamos a todos que estão aprendendo, usarem o simulador no início, pois neste momento o principal é proteger seu capital, enquanto aprende e conquista domínio e segurança em seus trades.

O domínio da técnica, bem como o tempo para retorno financeiro, é variável e único para cada pessoa, dependendo de estudo, horas de prática, controle e inteligência emocional, entre outros fatores, impossibilitando qualquer afirmação a respeito.

 

1.04 – Por que devo começar a operar no simulador, e quando começar?

Nós instruímos nossos alunos a iniciar pelo simulador e somente depois de certa experiência e confiança ir para a conta real com o mínimo de contratos por alguns motivos, entre eles:

  • Aprender a utilizar a plataforma escolhida da melhor maneira
  • Aprender as técnicas/estratégias ensinadas sem colocar seu dinheiro no risco
  • Aprender um gerenciamento de risco efetivo para que não se machuque muito antes mesmo de aprender o mercado.
  • Ganhar experiência em mercados diferentes (tendência, consolidação, crise etc…) sem colocar seu dinheiro no risco.

 

1.05 – O que é o índice Ibovespa?

O índice Ibovespa é o resultado de uma carteira teórica de ativos, elaborada de acordo com os critérios estabelecidos em sua metodologia.

Aplicam-se ao Ibovespa todos os procedimentos e regras constantes do manual de definições e procedimentos dos índices da B3.

Objetivo

O objetivo do Ibovespa é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de maior negociação e representatividade do mercado de ações brasileiro.

Tipo de índice

O Ibovespa é um índice de retorno total (ver manual de definições e procedimentos dos índices da B3).

Ativos elegíveis

O Ibovespa é composto pelas ações e units exclusivamente de ações de companhias listadas na B3 que atendem aos critérios de inclusão descritos em sua metodologia

Não estão incluídos nessa categoria BDRs e ativos de companhias em recuperação judicial ou extrajudicial, regime especial de administração temporária, intervenção ou que sejam negociados em qualquer outra situação especial de listagem (ver manual de definições e procedimentos dos índices da B3).

 

1.06 – O que são Contratos Futuros?

Diferente do termo o mercado futuro é formando por um contrato padronizado construído pela bolsa de valores, há ajustes diariamente referente sua posição.

 

1.07 – O que são Mini Contratos?

Para facilitar o acesso dos investidores ao mercado futuro a B3 criou os minicontratos, sendo eles representados por um percentual dos contratos “cheios”.

 

1.08 – O que é o Mini Dólar (WDO)?

O Mini Dólar (WDO) é cotado em Reais e equivale financeiramente a 20% do contrato de Dólar Cheio (DOL), que custa em R$ o equivalente ao preço de cotação atual multiplicado por US$ 50.000,00.

Exemplo: Cotação atual R$ 5,2650 x US$ 50.000,00 valor de face de 1 contrato do Dólar Cheio = 1 contrato R$ 263.250,00, sendo que 1 Mini Contrato de Dólar equivale, portanto, a 20%, que é igual à R$ 55.650,00). Mas para operar não é necessário alocar o valor total, pois a bolsa trabalha com MARGEM DE GARANTIA.

A margem de garantia, na Clear, para operar 1 contrato de Mini Dólar (WDO) em DAY TRADE é de apenas R$ 22 e em SWING TRADE (Posição) é de R$3.000.

Para calcular o financeiro do Mini Dólar, o valor é de R$ 5,00 por cada meio (0,50) ponto.

Exemplo: se comprar 1 WDO a 5.265,00 e vender 1 a 5.265,50, você fez 0,50 ponto = R$ 5,00 financeiro na operação.

Meio ponto é a variação mínima de preço do ativo DOL e WDO. Essa variação também é denominada como TICK. 1 tick = meio ponto

 

1.09 – O que é o Mini Índice (WIN)?

O Mini Índice (WIN) é cotado por pontos e equivale financeiramente a 20% do contrato de Índice Cheio (IND), que custa em R$ o equivalente ao valor de cotação atual em pontos.

Exemplo: Cotação atual 120.000 pontos, logo o valor de face de 1 contrato do Índice Cheio, é igual a R$ 120.000,00,  e sendo o Mini Contrato de Índice equivalente a 20%, logo o valor de 1 mini contrato é igual à R$ 24.000,00. Mas para operar não é necessário alocar o valor total, pois a bolsa trabalha com MARGEM DE GARANTIA.

A margem de garantia, na Clear, para operar 1 contrato de Mini Índice (WIN) em DAY TRADE é de apenas R$ 22 e em SWING TRADE (Posição) é de R$ 2.000.

Para calcular o financeiro do Mini Índice, o valor é de R$ 0,20 por ponto.

Exemplo: se comprar 1 WIN a 120.000 e vender a 120.100, você fez 100 pontos = 1 x 100 x 0,20 = R$ 20,00 financeiro na operação.

 

1.10 – Quais os custos totais para se operar Mini Contratos?

A corretagem para Mini Contratos na CLEAR é ZERO!

Para saber as taxas / emolumentos da B3 acesse o link abaixo:

B3

ISS/PIS/Cofins (com corretagem zero): ZERO!*

*(exceto se houve cobrança de corretagem por zeragem do risco, ocorrendo isso, o imposto será de 10,68%).

 

1.11 – Qual a margem de garantia e custos de corretagem para se operar Mini Contratos?

No Day Trade a margem para o Mini Índice (WIN) e Mini Dólar (WDO) é de R$22 e a corretagem na CLEAR é ZERO!

Lembrando que o preço da corretagem é o PREÇO da corretora, ou seja, não há a necessidade de avisar ao atendimento ou pedir o “cadastro” deste preço.

 

1.12 – Qual horário de funcionamento do pregão?

O mercado Bovespa é das 10h às 17h e BM&F das 9h às 18h.

O horário pode ser alterado conforme definição da B3.

Importante! Durante a vigência do horário de verão a BM&F tem negociação das 9h às 18h30 e a Bovespa das 10h às 18h.

 

1.13 – Qual o melhor horário para operar/acompanhar o Treinamento?

O mercado financeiro funciona das 09:00 às 18:00hs, sendo as primeiras 2 a 3 horas os melhores horários para operar.

O Treinamento pode ser acessado a qualquer horário, já que todas as aulas ficam gravadas no portal do aluno, na plataforma Nutror, pelo prazo de 1 ano.

 

1.14 – O que é alavancagem e como a utilizo?

A Alavancagem é um limite que a bolsa disponibiliza para clientes que queiram fazer Day Trade e aumentar seus lucros. Com ela, você pode alavancar seu capital em até 50x.

 

1.15 – O que é o deságio e esse dinheiro fica com a corretora?

O Deságio do Ativo/dinheiro é a diferença entre o valor de mercado do ativo e o valor aceito como depósito de margem pela B3.

O deságio é um percentual de redução do valor do ativo para fins de aceitação do mesmo como garantia.

Tal percentual é definido pelo Comitê de Risco da B3, levando-se em consideração o risco e a liquidez do ativo.

O deságio aumenta de maneira proporcional ao montante utilizado como garantia.

Não, a corretora não fica com esse dinheiro, ele só fica bloqueado por segurança e assim que você retirar esse ativo/dinheiro da garantia, o deságio é resgatado junto.

 

1.16 – Qual é a Alíquota de IR para Day Trade?

Fato Gerador: Auferir rendimentos ou ganho líquido em operações de Day Trade. Considera-se Day Trade a operação ou a conjugação de operações iniciadas e encerradas em um mesmo dia, com o mesmo ativo, em que a quantidade negociada tenha sido liquidada, total ou parcialmente.

Base de Cálculo: É considerado rendimento o resultado positivo apurado no encerramento das operações de Day Trade.

Alíquota na Fonte: Alíquota de 1% aplicada sobre o resultado positivo apurado em operação de Day Trade.

Mensal: Os ganhos líquidos mensais auferidos em operações de Day Trade são tributados à alíquota de 20%.

 

1.17 – Como definir a tendência primária do dia?

A tendência primaria do dia é definida de acordo com o Ajuste diário. Se os preços estão acima do ajuste a tendência é de alta. Se os preços estão abaixo do ajuste a tendência é de baixa.

Usamos a abertura do dia e fechamento do dia anterior para ajudar a definir a força dessa tendencia, portanto se o preço estiver acima do AJUSTE, FECHAMENTO e ABERTURA, podemos dizer que ele se encontra em tendência forte de alta e caso se encontre abaixo das três variáveis em tendência forte de baixa.

 

1.18 – Onde eu encontro os Pontos do Neto e o panorama matinal?

Para ter acesso aos pontos do Neto, bem como ao panorama, precisa se inscrever na comunidade Poe no Bolso no site:

Põe no Bolso

 

1.19 – O que é a VWAP?

VWAP, sigla que significa Preço Médio Ponderado Por Volume (Volume Weighted Average Price).

Ou seja, é a média do período ponderada por volume, se em um preço sai mais volume que em outro, ele pesará mais no cálculo da média do período.

 

1.20 – O que é o AJUSTE?

O ajuste diário é um mecanismo de equalização automática da posição de todos os participantes do mercado futuro. Diariamente, as contas de compradores e vendedores que possuem posições em aberto neste mercado sofrem um ajuste financeiro (crédito ou débito) de acordo com o preço de ajuste do dia.

O ajuste do Dólar Futuro ocorre das 15h50 às 16h e do índice futuro ocorre das 17h às 17h15.

Se um player está comprado com um preço médio abaixo do ajuste diário ele recebe o financeiro dessa diferença e no dia seguinte está comprado no ajuste. No mesmo caso acima, se o player estiver comprado com um preço médio acima do ajuste, ele paga a diferença e no dia seguinte está comprado no ajuste.

 

1.21 – O que é Compra|Venda Bid e Ask?

Compra Ask

– Esta funcionalidade envia uma ordem de compra no mesmo valor da melhor oferta de venda, espelhando o Ask Price. Este tipo de ordem não é convertido à mercado, o lote restante fica aguardando execução na modalidade limite.

 

Compra Bid

– Esta funcionalidade envia uma ordem de compra no mesmo valor da melhor oferta de compra, espelhando o Bid Price. Isto faz com que a ordem seja enviada pelo mesmo valor da melhor oferta de compra. Este tipo de ordem não é convertido à mercado, o lote restante fica aguardando execução na modalidade limite.

 

Venda Ask

– Esta funcionalidade envia uma ordem de venda no mesmo valor da melhor oferta de venda, espelhando o Ask Price. Este tipo de ordem não é convertido à mercado, o lote restante fica aguardando execução na modalidade limite.

 

Venda Bid

– Esta funcionalidade envia uma ordem de venda espelhada no Bid Price. Isto faz com que a ordem seja enviada pelo mesmo valor da melhor oferta de compra. Esta ordem não será convertida à mercado, o lote restante fica aguardando execução na modalidade limite.

 

1.22 – O que é e para que serve a PTAX?

A PTAX é uma taxa de referência para o valor do dólar calculada pelo Banco Central. O cálculo é realizado em 4 janelas diárias (das 10h às 10:10h, 11h às 11:10, 12h ao 12:10, 13h ao 13:10h). Após isso é lançada a PTAX oficial do dia. Para chegar a esse cálculo, o Banco Central consulta seus dealers, que são os players que atuam pelo Banco Central no dólar futuro, e então chega ao “valor justo”. Qual o motivo da PTAX ser tão importante? A PTAX é uma taxa utilizada como referência para fechamento de contratos cambiais. Para o trader, há um grande diferencial: na rolagem do dólar futuro, que é quando se acaba a negociação de um contrato e se inicia a negociação de outro contrato, é normalmente um momento de muita volatilidade no mercado.

No momento do cálculo da PTAX, o valor do dólar que sair será referência para o fechamento desses contratos ao longo do próximo mês. Naturalmente, há muitos participantes interessados que o dólar caia e muito outros que ele suba! Então se você for operar o dólar já se prepare: as formações da PTAX no dia de rolagem, já começando pela primeira, geralmente deixa esse ativo com muitas negociações e muito lote no livro de ofertas. Fonte – Nelogica.

 

1.23 – O que é o questionário Suitability?

 

Não é segredo que o mercado de Renda Variável gira em torno da volatilidade. Por isso, descobrir o seu perfil de investidor, por meio do suitability, antes de começar a operar é essencial para que a corretora disponibilize o produto adequado para você, de acordo com a sua tolerância ao risco, objetivo de investimento, conhecimento de mercado e capital disponível.

Mas como funciona esse questionário? Preparamos esta matéria para explicar o que é suitability e como ele é usado pelas instituições financeiras para definir o perfil de cada investidor.

O que é Suitability

O suitability, que em português significa verificação a adequação do produto ao cliente, consiste na aplicação de um formulário utilizado pelas corretoras para definir o perfil de investidor de cada pessoa e, a partir disso, adequá-lo ao melhor tipo de investimento.

Um de seus principais objetivos é capturar informações sobre o investidor para entender qual nível de risco ele está disposto a assumir ao investir seu capital. Dessa forma, a corretora consegue distinguir quais produtos estão mais adequados com o perfil de seu cliente, disponibilizando operações específicas para este perfil, evitando, assim, frustações futuras, principalmente no mercado de renda variável, no qual a volatilidade dos ativos é bem recorrente.

Com o intuito de proporcionar proteção ao capital financeiro de seus clientes, a instrução CVM 539 de 2013, que entrou em vigor em julho de 2015, tornou o preenchimento do formulário uma norma obrigatória da CVM (Comissão de Valores Imobiliários), conforme à regulamentação CVM.

Nele, o investidor deve responder todas as informações solicitadas, que têm o objetivo de apurar as preferências do investidor para atingir os seus objetivos, como o período que deseja manter os investimentos; as preferências declaradas quanto à assunção de riscos; o objetivo de investimento; patrimônio; necessidade futura de recursos; tipos de produto, serviços e operações familiares; a natureza, o volume e a frequência das operações já realizadas, bem como o período; além da formação acadêmica e experiência profissional.

Confira a política de suitability vigente da CLEAR e saiba mais detalhes sobre o questionário.

Tipos de perfis de investidores

Depois de entender o que é suitability é essencial compreender que o perfil de risco dos investidores pode ser dividido em três tipos: conservador, moderado e agressivo. Entenda como cada um deles funciona:

Conservador

perfil conservador é aquele que, ao investir, coloca a segurança em primeiro lugar e se propõe a assumir os menores riscos possíveis.

Ele faz questão de sentir seguro e prefere colocar seu capital em um investimento que ele saiba quanto irá render no fim da aplicação, como por exemplo o Tesouro Selic e demais títulos do Tesouro Direto – Tesouro IPCA+ e Tesouro Prefixado – com vencimento em até 3 anos.

Ou seja, preferem uma rentabilidade a médio e longo prazo com mais proteção ao capital investido em vez dos resultados de curto prazo, que oferecem mais riscos nas operações.

Moderado

Este tipo de perfil preza por investimentos que proporcionem segurança ao seu capital, mas busca retornos acima da média e, por isso, aceita assumir certos riscos, diversificando sua carteira entre produtos de Renda Fixa, como por exemplo os títulos do Tesouro Direto – Selic, IPCA+ e Prefixado – independentemente do prazo de vencimento.

Agressivo

perfil agressivo é aquele que tem amplo conhecimento de mercado e assume correr altos riscos para conseguir grandes ganhos em suas operações. Costumam aplicar mais da metade de seus recursos em produtos de renda variável, como AçõesFundos ImobiliáriosBTC (tomador)Operações Estruturadas e com algoritmosDerivativos e Mercado Futuro – contratos cheios e minicontratos, de índice e dólar.

Além, é claro, de todos os títulos do Tesouro Direto.

Neste tipo de perfil, ter equilíbrio emocional faz toda a diferença já que as chances de perdas são muito maiores do que no perfil conservador e moderado.

Por que o trader precisa operar de acordo com seu perfil de risco?

Saber qual é o seu perfil de risco antes de investir é essencial para escolher os melhores produtos para operar. Isso porque, dependendo do seu perfil de risco, a corretora poderá constatar por meio do suitability, se você está apto ou não para realizar tal operação.

Ou seja, usando o formulário para traçar o perfil de seus clientes, a corretora consegue ser mais assertiva na disponibilização de seus produtos, evitando futuros problemas financeiros e emocionais, devido a perdas expressivas e baixa tolerância ao risco.

Depois de operar por um tempo, é possível que o investidor ganhe experiência de mercado e aumente seu grau de tolerância a riscos, podendo mudar de perfil no suitability e realizar operações consideradas mais arriscadas.

Como funciona o formulário de Suitability

formulário de suitability é composto por diversas perguntas relacionadas aos dados pessoais, capital financeiro, interesse por investimentos, tolerância a riscos e conhecimento de mercado do cliente.

Nele, o cliente também precisa informar como está dividido sua carteira e quanto ele aplica em cada tipo de investimento, como fundos, renda variável, renda fixa, previdência privada e derivativos.

Na CLEAR, o cliente só terá sua conta ativada depois de preencher o questionário, que pode ser encontrado no Home Broker e deve ser respondido da forma mais sincera possível.

Depois de preenchido, você se enquadra em um dos perfis de investidor e, a partir disso, a corretora disponibiliza os produtos correspondentes ao seu tipo de perfil.

É possível alterar meu perfil de risco?

Sim, sempre que quiser você poderá atualizar seu perfil preenchendo novamente o formulário. Lembrando que o perfil é atribuído de acordo com uma nota ponderada a partir das suas respostas e de algumas informações cadastrais.

            Fonte: CLEAR Corretora

Cookies nos ajudam a entregar nossos serviços. Ao usar nossos serviços, você concorda com o uso de cookies. Leia mais